sábado, 21 de março de 2009

Era uma vez um Festival...

Acontecimento marcante da adolescência de todos que participaram, os Festivais de música do Aimone (ou Ginásio pros mais experientes) mexiam com os sonhos da gurizada durante todo o ano, tornando-se de certa forma, responsável pelo surgimento de muita gente boa no sempre pujante cenário musical de Arroio.
Ainda começava o ano letivo de 2001 quando anunciaram o Festival. Em seguidinha o meu "sobrinho" Adamo, e seu característico espírito de organização, me incumbiu de participar-mos do dito-cujo: ele como intérprete (embora ainda um dedicado aluno do mestre Sidney), eu como compositor (embora meus parcos dotes musicais). Convidamos o Cassiano, talentoso e musicalmente mais experiente, pra completar nossa parceria cancioneira, mergulhando á partir de então em versos, melodias, harmonias, compassos e o diabo á quatro. Aguns meses e muitas idas e vindas depois, estavamos todos lá - era 3 de novembro de 2001, uma noite de primavera no Clube do Comércio. A primeira vez de muitos de nós.

Anjos ou Demônios: A verdade não tem Dono!O dia do Juízo Final!
de Ádamo, Cassiano & Matheus

Doce Menina
ali parada na esquina
esperando o tempo passar
não vê que já passou das dez
é hora de ir para casa
é hora de rezar

ela não entende
se surpreende com aquilo que vê
pensa que esta indo para o céu
pro paraízo, pro caminho da luz
carregada por anjos divinais
mas a pobre não sabia
que anjos tinham chifres
e fediam demais
algo de errado havia
não queria acreditar
duas portas duas escadas
desciam sem parar

Deus não teria apostado
que o homem viveria em paz
o Demônio desgraçado
ganhou a aposta e algo mais

"para baixo eu não vou
o Céu é para todos
Anjos ou Demônios
a verdade não tem dono...

quem virá
me levar
se eu tiver
precisar
eu vou só
eu vou só
eu vou só
eu tenho asas pra quê?"

Dedicada ao sobrinho Ádamo, saudosista e parceria de sempre.
Valeu gordito!
Abração do Tio!!!

1 comentários:

Adamo disse...

Isso foi umas das coisas mais legais que aconteceram! Saudades ...

Postar um comentário