domingo, 29 de agosto de 2010

Lembro bem

Tenho velhas novas pra contar
mas não sei direito por onde
posso começar
algumas, mesmo que tente
continuam grudadas na gente
de repente faço desgrudar
se encontro as estrelas ao longe
se tropeço nas pedras da rua
se apago as luzes da noite
se me aqueço num domingo de sol
se descubro os desenhos na lua
se caminho sem saber por onde vou
eu me lembro bem
quando eu te dava carinho
quando a gente cantava baixinho
"sou eu assim sem você"...
sim, eu me lembro bem
meu bem, eu me lembro tão bem
se me lembro
bem

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Perguntas

Tantos esquemas
tantos dilemas
e agora o que é que eu faço?
Tantas desculpas
tantas perguntas
diz ai o que é que eu faço!

Tantos abrigos
tantas lembranças
e eu aqui sem o teu abraço
Tantas partidas
tantas chegadas
e agora como é que eu faço?

Tantos segredos
tantos desejos
e agora eu me disfarço
de ombro amigo
pra estar contigo
mas eu preciso
é do meu pedaço

E dai, eu me pergunto
ou a quem souber dizer
o que é que eu faço?

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Ferida Ardida Que Não Cicatriza

Eu nunca achei que uma dor doída
fizesse ferida
que não cicatriza

Eu nunca achei que um sol de domingo
fosse ter espinhos
e não cicatriza

Do que adianta os meus tortos passos
sem o teu abraço
não sei caminhar

Em tudo o que passamos busco meu conforto
mas essa ferida...
só com os teus beijos
vai cicatrizar