segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Lá em cima

Uma hora eu me canso aqui de baixo
Desse vento e a garoa tão molhada
Nessa forma eu não mais me encaixo
Vou me embora morar pelas estrelas

Lá em cima parece ser mais quente
Ter muito mais espaço e menos gente
Dá pra dormir com sol e acordar contente
De repente cruzar o infinito
Agarrado no rabo dos cometas

Posso até cochilar em Saturno
Em Netuno ou numa estrela cadente
Em Vênus, Plutão ou Urano
Mas eu como bom Canceriano
Vou me embora pra lua,
Que é minha ascendente.

0 comentários:

Postar um comentário