domingo, 10 de outubro de 2010

Num Dia Dez

Mais uma vez vou espalhar sinceridade
todos os meios já me tem
pra escrever de saudade

Saudade é comida
é bebida
é som
e sentido

Saudade é o prato que a gente come quente
pára nas tripas de repente
parece querer voltar

Saudade é a água que se bebe pelo olho
é o igual tão diferente
e a constante a variar

Saudade é o som que sai do céu sem ser ouvido
um sussuro e um rugido
que não deixa descansar

Saudade é o nome que completa os sentidos
não pode nem ser traduzido
pois só é comprendido
por quem sabe o que é gostar

0 comentários:

Postar um comentário