quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Chuva de Meteoros

Tomei um banho cósmico
numa galáxia distante
por onde o tempo escorre,
não corre
no oceano mágico
do espaço infinito
vai ressonando o grito
de cada bicho estrelar:

Deixa os meteoros te queimar
Deixa os meteoros desabar

na minha cabeça?
é...
pode ser que eu esqueça
da última estrela
que mudou de lugar

Deixa os meteoros te torrar
Deixa os meteoros te desintegrar

Pode deixar, talvez eu mereça
mas por via das dúvidas
trago o meu guarda-chuva
pra não me molhar

0 comentários:

Postar um comentário