quarta-feira, 23 de março de 2011

Don Quixote Esquizofrênico de Papel


Olha o que eu fiz
mira na minha lança
alcança o infinito, se quiser
e não quer

Prende o nariz
respira pelo olho
e me passa essa coroa de lata
que hoje eu sou o rei

hoje eu acabo com eles
não passa da próxima vez
seu moinho duma figa
ai de quem te fez

Não fujo não, seu dragão
sou de fibra e tinta
mas tenho coração
vem que tem, grandão

Aliás, falando em coração
dulcinéia, minha flor,
minha linda, meu amor...
vai ver se eu to esquina
me espera lá que eu já vou

0 comentários:

Postar um comentário